"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

16 de agosto de 2013

Jacintinho e a fuga de Barbacena


Em Morro do Ferro, “prás bandas” do Ouro Fino, vivia o Jacintinho. Sujeito inquieto, alguns diziam ter problemas mentais, no popular “homem doido”.

Certa vez, diante de um agravamento de suas crises mentais, ficando às vezes violento, resolveram “interná-lo” em um manicômio na cidade de Barbacena.

Passado alguns meses não é que me reaparece o Jacintinho no local onde morava! Chegou “gatuno”, desconfiado, apenas com uma coberta e um travesseiro debaixo do braço.

Todos ficaram pasmos, sem nada entender, como foi a “fuga” de Jacintinho e como conseguiu retornar? Afinal de Ouro Fino a Barbacena são aproximadamente 100 quilômetros.

Questionado sobre qual o motivo da fuga e como retornou, Jacintinho se resumia a dizer: “Ué, fugí, eles tava matano os otro lá de madrugada, ocêis acha que eu sô DOIDO de ficá lá?"