"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

10 de junho de 2013

Morro do Ferro prepara a festa do padroeiro


Evento religioso e turístico vai durar 13 dias

Fonte: Jornal Gazeta de Minas (todos os créditos)
Disponível em: Jornal Gazeta de Minas

Matriz de São João Batista, centro da festa junina do distrito

De 14 a 26 de junho, a comunidade católica do distrito de Morro do Ferro estará realizando a festa anual em honra ao seu padroeiro São João Batista. Uma novena dará início aos festejos cujo ápice será no dia 24 de junho, data dedicada ao santo. “Leigos e pastores a serviço da missão” foi o tema escolhido para a festa deste ano que tem como lema: “São João Batista, nosso padroeiro, modelo de fé e esperança para a igreja peregrina”.


Em entrevista ao repórter Marcelo Praxedes, o pároco de São João Batista, padre Jaílson Salvador da Silva, explicou que o tema se insere na programação da Diocese de Oliveira, que busca refletir no seu plano pastoral uma integração para a missão de leigos e pastores. “Essa vivência, aprendemos no modelo que São João Batista nos apresenta, de seguir Jesus Cristo”, enfatizou o sacerdote. Ele revelou que neste ano a imagem do santo será conduzida em procissão, ornada por um belo resplendor e que novos enfeites serão utilizados na decoração de ruas no distrito.


Para promover a parte religiosa da festa padre Jaílson conta com o apoio de membros das pastorais e do conselho administrativo da paróquia. Uma comissão, com apoio da Prefeitura de Oliveira, se encarrega de promover a festa social, que inclui o funcionamento de barracas e shows em praça pública. “As pessoas de nossa comunidade encontram muitas razões para estarem juntas na promoção da festa”, ressaltou padre Jaílson.


Sobre o padroeiro, refletiu o pároco: “São João Batista é um santo do qual descobrimos sempre algo novo sobre sua vida. Uma lição relevante para os dias atuais. Uma vida marcada por austeridade e uma determinação clara em relação a Jesus Cristo, trazendo grande esperança no coração. Esperança de que o reino de Deus iria acontecer no meio da humanidade a partir da presença de Jesus entre os homens”.


Padre Jaílson falou ainda a respeito da reforma que será efetuada na parte externa da Matriz. A obra será iniciada assim que o arquiteto Heraldo Tadeu Laranjo Mendonça enviar seu parecer sobre como a obra deverá ser conduzida. Segundo o pároco, a população do distrito é convidada a opinar sobre como deverá ser a fachada da Matriz, mas que devem ser levados em conta aspectos históricos relativos ao imóvel. Um processo de restauração da igreja foi concluída no ano passado.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário