"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

23 de novembro de 2011

Pedal de 20/11 em Florestal e Juatuba





Com tempo nublado depois de muita chuva no dia anterior, saímos Eu, Domingos e Sá para mais um pedal de domingo. Saindo de Florestal, passando pelos Bairros Nossa Senhora Aparecida e Sonho Verde, Fazenda Laranjeiras (Zé Butina) e subimos em direção a Fazenda Velha. Até uma granja de frango o percurso é em estradão de terra bastante tranquilo. Depois tem início uma estradinha sinuosa e um subidão danado em terra vermelha, muito barro e pedra solta. Passamos ao lado de um curral e barracão supostamente abandonados e dentro de uma mata fechada até chegar a uma porteira no ponto mais elevado da trilha.

Neste ponto começamos a descer até a Rodovia BR 262, passando pela Usina de Compostagem da Roda D’água. Antes da BR, tem uma várzea que tava uma lama danada, que nem um caldo amarelo. O Sá e o Domingos preferiram sujar os pisantes do que as bikes. Eu, não querendo sujar minhas sapatilhas novas preferi sujar a bike. Me ferrei feio! Virou aquela meleca, travou tudo: rodas, freios, câmbio traseiro e dianteiro, corrente...

Paramos no Posto Roda d’água e enquanto eu tentava dar uma limpada na bike, o Sá e o Domingos foram apreciar uma Mercedes SLK ali estacionada. Tavam até querendo negociar as bikes na máquina, mas depois pensaram bem, puseram os pés no chão, lembraram que é fim de ano e janeiro vem aí, IPVA para pagar, desistiram da ideia e decidiram ficar com as bikes.

Depois de devidamente autorizados fomos até a Cachoeira localizada na RPPN Olga Ullman. Minha bike ficou uma porcaria, era qualquer subidinha e a corrente agarrava na coroa, travava tudo. Demos mais uma limpada na bike com água, lubrificamos a corrente e tentamos em vão achar uma trilha que sobe em direção a Serra do Elefante. A vegetação estava densa, fechando completamente a trilha, portanto voltamos seguindo em direção a Boa Vista.

Paramos em uma padaria e subimos em direção a BR 262 pela estrada da Boa Vista, atravessamos a BR, descemos em direção a Fazenda Santa Cruz, subimos a esquerda em direção a LMG 818 retornando a Florestal por asfalto, totalizando 33 Km de pedal.

Cabe lembrar aos aventureiros de plantão que este percurso passa por diversas propriedades particulares, necessitando obviamente da autorização dos proprietários.


Domingos e Eu na subida da Fazenda Velha

Domingos e Sá na subida da Fazenda Velha

Sá e Eu na subida da Fazenda Velha

Domingos fazendo pose ao lado de uma Mercedes SLK

Sá fazendo pose ao lado de uma Mercedes SLK

Eu e Domingos limpado a transmissão da bike

Eu e Domingos dando uma limpada na bike


Eu e Domingos na Cachoeira da RPPN Olga Ullman

Domingos e Sá na Cachoeira da RPPN Olga Ullman

Sá e Domingos na Cachoeira da RPPN Olga Ullman

Eu e Domingos na Cachoeira da RPPN Olga Ullman

Nenhum comentário:

Postar um comentário