"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

27 de setembro de 2011

PERIGO NA BR 381, BAIRRO CITROLÂNDIA, BETIM/MG

Os motoristas que trafegam a noite pela rodovia BR 381 na Região do Bairro Citrolândia em Betim/MG devem ficar atentos.

Os ataques a pedradas (é isto mesmo, pedradas) a veículos tem tornado-se constantes na região. Os marginais ficam em cima da passarela (recentemente construída) atirando pedras nos veículos para que os condutores parem e obviamente são assaltados.

No domingo, 25 de setembro, por volta de 23:00 horas, cerca de vinte veículos foram atingidos por pedradas no local, praticamente todos eram caminhões, carretas e ônibus.

A PRF, PMMG e a OHL Brasil foram acionadas, compareceram no local e encontraram um monte de pedras na pista.

A PRF e PMMG prometeram aumentar o patrulhamento na região para melhorar a segurança dos usuários da via.

13 de setembro de 2011

iBamboo: som alto sem energia elétrica

Desenvolvido pelo engenheiro Anatoliy Omelchenko, o iBamboo dispensa pilhas e baterias e utiliza a ressonância do bambu para amplificar o som das músicas armazenadas no iPhone 4.


iBamboo: Caixas do barulho


Uma caixa de som que não precisa de energia elétrica, pilhas, nem sequer um painel solar para funcionar. A iBamboo, como foi batizada pelo seu criador, o engenheiro Anatoliy Omelchenko, usa apenas a ressonância do bambu para amplificar o som das músicas. O material natural é cortado manualmente (e de forma minuciosa) por Omelchenko para permitir que as ondas sonoras se propaguem com mais potência, mas sem perder a qualidade.

O projeto, que tomou cerca de quatro meses de trabalho, foi financiado pelo Kickstarter (site de crowdfunding, ou financiamento coletivo). As caixas, feitas de forma artesanal, são vendidas entre 25 e 30 dólares (dependendo do trabalho que exige cada uma das peças de bambu). Por enquanto, a tecnologia verde só é compatível com o iPhone 4. Mas já mostra que, com criatividade e ousadia, o design sustentável ainda deve fazer muito barulho.

Veja mais no site: http://ibamboospeaker.com/

Fonte: Revista Planeta Sustentável