"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

22 de junho de 2011

FESTA DE SÃO JOÃO BATISTA EM MORRO DO FERRO


Igreja Mariz e Fogueira de São João

Dia 23 de junho inicia-se a festa de São João Batista em Morro do Ferro, indo até domingo, 26 de junho.

O ponto alto das festividades na verdade é o dia 24, dia do Padroeiro São João Batista.

A priori, é uma festa religiosa, com celebrações de Missas, Procissões, Ladainhas, Show Pirotécnico, Banda de Música (Lira Batistana) e outros eventos afins em devoção ao Santo Padroeiro.

Paralelamente há Barraquinhas, Shows, Quadrilhas, tudo regado a muito quentão, comidas típicas e por que não aquela cachacinha...

Mas, na minha opinião, há quatro acontecimentos que são bastante tradicionais e marcantes que merecem destaque: A água de São João, o Leilão ao lado da Igreja, o Café da Alvorada e a Fogueira.

A água de São João é a visita a “fonte” localizada no sopé do Morro do Cascalho no dia 24, que obrigatoriamente tem que acontecer antes do raiar do sol. Muitos acreditam nos poderes milagrosos da água colhida na “fonte”. Na madrugada há uma verdadeira peregrinação ao local. Há até comunidade no Orkut “Eu fui na água de São João”.

Porém além daqueles que vão ao local por motivos religiosos, há uma legião de “bêbados” que viraram a noite tomando todas e mais algumas que insistem em ir ao local. Aí acontece todo tipo de história: cara vendo assombração, gente caída no córrego e outras do gênero “causos de bêbados”

O Leilão ao lado da igreja é imperdível. Só lá para encontrar diversos objetos típicos e de comunidades rurais e culinária tradicional impossíveis de encontrar em quaisquer outros lugares. Há desde doces de beterraba, balaios, gamelas, cuias, cabaças trançadas com cipó para armazenar água e até varas para carreiros de carro de bois.

O Café da Alvorada também acontece antes do sol raiar como o próprio nome indica. Após uma série de apresentações da Banda de Música Lira Batistana, há um café comunitário com os tradicionais biscoitos torradinhos e outras guloseimas. Muitos que viraram a noite nas barraquinhas aproveitam este momento para “tirar a barriga da miséria” literalmente.

A Fogueira é um evento ímpar durante as festividades, desempenhando várias funções: serve para aquecer as noites frias, vira roda de viola, prova de fé (passar descalço sobre as suas brasas), até churrasco nela é assado. As vezes até surge algum desentendimento entre os frequentadores de fim de noite com um “grau etílico” elevado, mas no final tudo é resolvido “na paz”.

A maioria dos frequentadores das festividades ficam hospedados em casa de amigos e parentes. Afinal há em Morro do Ferro apenas duas pousadas que estão com as reservas esgotadas há meses.

Tem uma galera aqui de BH que vai ficar hospedada em São Tiago, distante 20 quilômetros de Morro do Ferro.

Até breve e boas festas!!!

Igreja Matriz vista do Morro do Cascalho

Igreja Matriz e Fogueira de São João

Morro do Ferro vista do Morro do Cascalho

Um comentário:

  1. Oi Emerson, trabalho na Tv integração Afiliada a Rede Globo, aqui em Divinópolis, estou fazendo uma matéria sobre a festa de São João em Morro do ferro para o G1 e gostaria de usar sua foto, para tanto preciso de sua autorização, caso veja esse comentário, encaminhe um email para : analucia.silva@tvintegracao.com.br

    Grta. Anna

    ResponderExcluir