"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

8 de dezembro de 2010

Tornado em Minas Gerais

Tornado pode ter sido o primeiro a ser registrado em MG, diz especialista

O meteorologista Cléber Souza, do 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Belo Horizonte, disse nesta segunda-feira (6), que o fenômeno visto em Uberlândia neste domingo (5) pode ser o primeiro registro de um tornado em Minas Gerais. Moradores do Triângulo Mineiro gravaram imagens de tornados de fraca intensidade neste domingo (5). O especialista explicou, nesta segunda-feira (6), a diferença entre redemoinho de vento e tornado.

O fenômeno registrado em Uberlândia foi considerado um tornado de categoria 1, segundo o especialista, por sua duração, que foi de cerca de 20 minutos, e pelos estragos causados. “O tornado é a forma mais destruidora da natureza, dependendo da intensidade, que pode checar à categoria 5, e da duração. No Brasil, os tornados são mais comuns no Sul. Esses devem ser os primeiros tornados de que se tem registro em Minas Gerais”, completou.

De acordo com o meteorologista, até este domingo (5), ele não tinha conhecimento da ocorrência desse fenômeno em Minas. “Nunca tinha sido filmado em Minas, essa foi a primeira vez que foi televisionado”.

Já o redemoinho de vento, segundo o meteorologista, é um fenômeno de pouca altura e intensidade, visto em superfícies secas. “Redemoinhos são pequenos, não altos. E acontecem no solo. A gente vê pela rua e não causa estragos significativos”, explicou Souza.

Uberlândia – Com um celular, um morador flagrou um deles na região sul da cidade. Uma coluna se formou do chão até o céu. O funil parecia ter se formado entre as nuvens.

Segundo a Defesa Civil, o vento, que chegou a 60 km/h, destelhou casas e destruiu parte da fachada de algumas lojas do centro. Quinze árvores foram derrubadas e uma delas atingiu um carro. Ruas e avenidas ficaram interditadas durante a chuva.

Outro morador da cidade filmou os tornados. De acordo com ele, o fenômeno natural teria durado cerca de 20 minutos.

(Fonte: G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário