"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

16 de outubro de 2010

Oliveira - MG

Praça XV de Novembro: Casa da Cultura à esquerda e Igreja Matriz
Cidade mineira localizado no Centro Oeste na região denominada Campos das Vertentes a 165 quilômetros da Capital Belo Horizonte. Sua origem remota ao século XVI, sendo ponto de parada de viajantes portugueses que seguiam rumo à Goiás.

Quanto a origem do nome Oliveira, há duas versões. A primeira é que foram encontradas na região algumas árvores de Oliveiras. A segunda versão é que na época do trânsito de tropeiros e desbravadores, morava em uma casa onde hoje situa-se a cidade de Oliveira, uma senhora de origem portuguesa cujo nome era Dona Maria de Oliveira.

No início do Século XX, a cidade ficou conhecida mundialmente por ser a terra natal do cientista Carlos Chagas que foi o descobridor do agente causador da “Doença de Chagas”.

Possui população aproximada de 40.000 habitantes. Além da sede, há distrito de Morro do Ferro, com aproximadamente 1500 habitantes, estando distante 35 quilômetros da sede do município.

Como pontos turísticos, destacam-se: Coqueiro Abraçado, Igreja Matriz (Igreja Velha), Catedral de Nossa Senhora de Oliveira (Igreja Nova), Cristo Redentor, Casa de Cultura Carlos Chagas, Casarões Coloniais, dentre outros. Nos arredores há várias opções de turismo rural, ecoturismo e turismo de aventura. A cidade conta com uma razoável rede hoteleira.

O município orgulha-se de possuir um dos jornais mais antigos do Brasil ainda em circulação: O Gazeta de Minas.

Oliveira - MG

Cristo Redentor e por do sol

14 de outubro de 2010

Oração do Ciclista

Iniciando uma série de Post's sobre Mountain Bike, Ciclismo, Pedal, etc, nada mais conveniente do que começar com a Oração do Ciclista:

Oração do Ciclista

Senhor Deus Vós que permitistes a beatificação de São Cristóvão, protetor dos motoristas, dai-nos também, um anjo protetor, que nos ajude a pedalar em paz e segurança nas ciclovias, nos parques, nas trilhas e principalmente nas ruas e estradas.

Livrai-nos dos maus motoristas, dos pedestres desatentos, dos ladrões e dos irmãos afoitos, que pela ausência de campanha educativa, desrespeitam as leis e o Código Nacional de Trânsito.Fazei com que os cães, melhor amigo dos homens e das crianças, não nos persigam e não ponham em risco a nossa vida.

Lembrai-nos que pedalando ganhamos tempo, economizamos combustível, não poluímos o ambiente e promovemos o desenvolvimento físico, e que a bicicleta é um instrumento de trabalho e ganha pão dos mais humildes.

Despertai nas autoridades a importância da segurança do ciclista, pois ele é também filho do senhor.

Não nos deixei cair em tentação de trocar a bicicleta por automóvel e quando isso acontecer, fazei-nos respeitar a bicicleta e o ciclista.

Amém.

7 de outubro de 2010

Serra dos Alves


Capela de Serra dos Alves

Casa de Pau a Pique

Localizada próxima ao Morro do Bicudo ou da Mutuca

Morro do Bicudo ou da Mutuca

Localizado na divisa dos municípios de Itabira e Nova União

Cachoeira do Patrocínio Amaro

Localizada acima da Cachoeira Alta

Cachoeira do Meio

Situada entre a Cachoeira Alta e a Cachoeira Patrocínio Amaro 

O ANALFABETO POLÍTICO

O pior analfabeto

é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala,
nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida,
o preço do feijão, do peixe, da farinha,
do aluguel, do sapato e do remédio
dependem das decisões políticas.
O analfabeto político
é tão burro que se orgulha
e estufa o peito dizendo
que odeia a política.
Não sabe o imbecil que,
da sua ignorância política
nasce a prostituta, o menor abandonado,
e o pior de todos os bandidos,
que é o político vigarista,
pilantra, corrupto e lacaio
das empresas nacionais e multinacionais.