"As vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido”
(Fernando Pessoa)

17 de dezembro de 2009

ÁLBUM DE FOTOS NA NET

Parque Nacional do Caparaó

     Para quem gosta de fotografar e compartilhar sua imagens na rede mundial de computadores, existem inúmeras alternativas gratuitas, como por exemplo: Flickr, Picasa Web, Panoramio, Multiply, Terra Fotos, Uol Fotos, Orkut, Faceboock, Fotologs diversos, etc e etc. Embora todos são parecidos, cada um apresentam particularidades interessantes que vão atender a alguns interesses pré definidos pelos usuários. Porém dois destes acima citados merecem maiores comentários: Panoramio e Flickr.
      O Panoramio pertencente à Google é bastante simples de baixar imagens, porém apresenta vários aspectos negativos, como por exemplo a dificuldade de criação e alteração de álbuns, dentre outras. A grande virtude do Panoramio é que se você mapear as imagens, ou seja, indicar através de coordenadas geográficas onde foram fotografadas, após um período, estas imagens estarão dispostas como pontinhos azuis no Google Earth. Outra vantagem é que você poderá acessá-lo com a mesma senha do Orkut, Gmail ou do Blogspot.
     O Flickr pertencente ao Yahoo, na minha opinião é o melhor de todos. Apresenta duas versões: a Básica e a Profissional. Na Básica que é gratuita você pode manter até duzentas imagens armazenadas (é muito pouco) e a Profissional que é paga, o armazenamento é ilimitado.
     As grandes vantagens do Flickr são as facilidades de utilização, criação, organização e alteração de álbuns de fotografias além das formas de compartilhamento com outros usuários. Outro aspecto positivo são as informações técnicas disponíveis sobre as imagens, como por exemplo: Marca e modelo da máquina, tempo de exposição, abertura do diafragma, foco, Ev, iluminação,etc. O Flickr é acessado com a mesma senha do E-mail do Yahoo.
     Aproveitando a oportunidade, convido todos a conhecerem meu Flickr, acessando: www.flickr.com/photos/emerson_silva

IPOEMA

Museu do Tropeiro
Ipoema pertence ao município de Itabira/MG. Possui 3.500 habitantes e está distante 86 quilômetros de Belo Horizonte. O acesso a partir da capital mineira é feito pela BR 381, sentido Vitória, após o trevo de Nova União entrar à esquerda, passando por Bom Jesus do Amparo e seguir por mais 14 quilômetros de estrada de terra que atualmente está sendo pavimentada. A cidade é integrante de dois importantes circuitos turísticos de Minas Gerais: Circuito do Ouro e Estrada Real.
        O nome Ipoema significativa "Ave que canta", porém o local já teve outros nomes: Estalagem, Pouso Alegre, Aliança e Santo Antônio da Aliança, passando a ter o nome atual no ano de 1943. As origens remotam às antigas paradas de tropeiros que faziam a rota Diamantina/MG ao Rio de Janeiro/RJ. 
      A atração turística mais divulgada é o Museu do Tropeiro que possui um rico acervo da época em que o lombo das mulas era o meio de transporte mais eficiente. Porém Ipoema possui um número muito grande de atrações para os amantes da natureza, ecoturismo e esportes de aventura. São muitas cachoeiras, trilhas, canyons que proporcionam a prática de vários esportes: trekking, bike, canoagem, escalada, rapel, cannyoning ou simplesmente admirar a natureza. O local possui uma boa estrutura para atender as demandas turísticas com várias pousadas e restaurantes simples porém acolhedores. Recomendo a Pousada Tropeiro Real (www.pousadatropeiroreal.com.br)
      Não deixem de visitar o distrito de Serra dos Alves: o local parece uma pintura e dá vontade de ficar lá para sempre. Além do Museu do Tropeiro, artesanato, cachaça, comida mineira e de várias manifestações culturais, citamos as seguintes atrações:
Cachoeira Alta ou do Macuco (110m de queda)
Morro Redondo (www.abraceomorroredondo.blogspot.com)
Cachoeira do Patrocínio Amaro
Cachoeira do Meio
Cachoeira da Boa Vista
Cachoeira do Bongue
Canyong Boca da Serra
APA do Limoeiro
Morro da Mutuca ou do Bicudo (divisa c/ Nova União)
Igreja Matriz de N. S. da Conceição
Distrito de Nossa Senhora do Carmo
Distrito de Serra dos Alves

16 de dezembro de 2009

CASA TOMBADA ... OU SERIA CASA DEITADA?


O Sr. Eduardo José Lima teve uma idéia inusitada e digamos... meia maluca: contruiu uma casa de cabeça para baixo,  ou melhor de telhado para baixo. Não satisfeito com a idéia, contruiu outra de lado... ou seria deitada? O mais maluco da hitória é que ele mora lá.
Até mesmo a numeração da casa e placa com o nome da rua são virados.
O local virou atração turística, embora não seja aberto a visitação pública. Os curiosos devem contentar em adimirar a obra da rua.
A casa está situada no município de Ribeirão das Neves, à Rua de Serra Negra, 199, Bairro Granjas Primavera. Como referência podemos citar o Bairro Nova Pampulha e Xangrilá, ambos situados na "tríplice fronteira" de Belo Horizonte, Contagem e Ribeirão das Neves.

9 de dezembro de 2009

PEDRA EQUILIBRISTA

Pedra Equilibrista - Morro do Ferro

Singular formação rochosa de gnaise, a Pedra Equilibrista é uma atração à parte. supostamente tratava-se de uma formação maior e única que foi fragmentando-se ao longo dos tempos até tomar a forma atual. Localiza-se 4,5 Km a leste do distrito de Morro do Ferro, à esquerda da estrada de acesso ao povoado de Ouro Fino. Está situada em propriedade particular, porém o acesso à visitantes é livre.

Não deixem de conhecê-la, porém é necessária a contribuição de todos para a preservação do local. Deixe tudo como está, leve apenas fotos. Outras pessoas desejam conhecê-la da forma que está.

8 de dezembro de 2009

SEGURANÇA PARA O FIM DE ANO




Fim de ano é sempre muito agitado. As pessoas ficam ansiosas com a chegada das festas, preocupam-se com a compra de presentes, encontram parentes e amigos, tiram férias e colocam “o pé na estrada” rumo ao desejado descanso e lazer. Todo esse movimento é um atrativo para infratores, já que as casas e apartamentos ficam mais tempo vazios e, muitas vezes, suscetíveis a ações de delinquentes.
Algumas atitudes preventivas podem evitar surpresas desagradáveis nessa época do ano que, afinal de contas, deve ser repleta de momentos bons e muita alegria. Por isso, ai estão algumas dicas:

* Reforce a proteção de janelas e vidraças, isole as dependências de serviço, e os fundos de casa trancando portas intermediárias.
* Evite deixar chaves nas portas ou próximo a elas. Suspenda entregas ou peça para alguém recolher revistas, jornais e correspondências. Seu acúmulo na frente da casa indica que o imóvel está vazio.
* Tire da tomada equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos. Além de evitar problemas como curto-circuito e descargas elétricas, economiza energia.
* Em caso de viagem longa, peça a um parente ou pessoa de absoluta confiança que passe no imóvel algumas vezes, se possível em horários distintos a cada dia, para checar trancas, portas e janelas, além de demonstrar que há movimento no local.
* Para ser avisado em caso de qualquer ocorrência, não esqueça de deixar telefones de contato com empregados, parentes e pessoas próximas.